TV dinamarquesa se recusa a transmitir jogos de CS e a Astralis é uma das ‘culpadas’

A falta de exclusividade e a queda de interessa: Entenda o fim das transmissões de CS na TV2

A televisão dinamarquesa, conhecida como TV2, anunciou recentemente que deixará de transmitir campeonatos e partidas de Counter-Strike. Essa decisão impactou diretamente alguns profissionais ligados ao canal, como os ex-jogadores Jacob “Pimp” Winneche e Lucas “Bubzkji” Andersen, que optaram por deixar a emissora. O chefe de esportes do canal, Frederik Lauesen, explicou em uma entrevista à Journalisten.dk que a falta de exclusividade foi um dos principais motivos por trás dessa decisão.

Lauesen ressaltou que, devido à natureza aberta da transmissão de partidas de Counter-Strike, tornou-se cada vez mais desafiador capitalizar sobre o produto, especialmente quando as mesmas partidas podem ser assistidas gratuitamente em plataformas como a Twitch. Ele também apontou a Astralis como um dos fatores que contribuíram para a queda de interesse do público.

“Se quisermos continuar sendo uma emissora mais tradicional, precisamos ter algum tipo de exclusividade. Competir nesse cenário tornou-se difícil”, afirmou o dinamarquês. Vale destacar que o canal TV2 é um dos mais renomados da Dinamarca.

Lauesen também observou que a falta de exclusividade impactou diretamente o aspecto comercial das transmissões: “As partidas são gratuitas para assistir na Twitch, o que não é exatamente a coisa certa em termos de negócios. A enorme empolgação em torno da Astralis não existe mais, o que também se aplica a outras equipes dinamarquesas de destaque. Nesse sentido, o jogo está se tornando cada vez menos interessante para o público dinamarquês.”

A queda de rendimento da Astralis, especialmente após a saída de seus principais jogadores, contribuiu para a redução do interesse. A organização não conseguiu se classificar para os últimos dois Majors, o que refletiu na audiência.

Atualmente, a equipe Heroic assumiu o posto de principal representante do país, mas mesmo assim, o interesse não se manteve no mesmo nível. Apesar disso, há várias equipes dinamarquesas que continuam a se destacar em competições internacionais.

Os direitos da TV2 para transmitir torneios de Counter-Strike estão vigentes até o final de 2023 e não serão renovados. Entretanto, com o primeiro Major de 2024, que marcará a estreia no CS2, acontecendo no país, a emissora planeja fazer a transmissão do evento, encerrando suas atividades no cenário competitivo ao fim do torneio.

Capa: Pimp pela WePlay Academy League Finals 2021 | Fragbite

Leia Mais:

Siga o Portal Counter-Strike no Instagram, TikTok, Twitter e YouTube e fique por dentro de tudo que acontece no universo do game.

Compartilhe:

Recomendado Para Você