ScreaM manda a real sobre sua volta ao cenário competitivo de Counter-Strike no CS2

Frustração e esclarecimentos: as palavras mal interpretadas pelo público

Ontem, o ex-jogador lendário de CS:GO, Adil “ScreaM” Benrlitom, publicou em seu Twitter algo que deu a entender que estava pensando em voltar ao Counter-Strike com o lançamento do CS2. No entanto, logo em seguida, ele esclareceu que os torcedores interpretaram sua postagem de forma equivocada. Atualmente, o belga está atuando pela Karmine Corp, que disputa a franquia da VCT EMEA. Ele explicou que o tweet foi resultado de sua frustração após ser eliminado e não conseguir a vaga para a Champions, o mundial do outro FPS. Admitiu que suas palavras foram desnecessárias e que não pretende deixar o cenário competitivo de Valorant.

Em suas palavras: “Percebi também que meu último tweet foi interpretado erroneamente, e gostaria de esclarecer algumas coisas. Dei absolutamente tudo nesta temporada, lutando para vencer e elevar a KCORP a um nível superior, mesmo que isso prejudicasse minha saúde. Não me arrependo disso, mas esta temporada e esta derrota têm sido realmente difíceis para mim, assim como para todos vocês. Assumo a responsabilidade, como disse.”

Ele ainda acrescentou: “Quanto à referência ao CS2, foi mais uma ironia do que qualquer outra coisa, o que foi muito inadequado em retrospecto, considerando as circunstâncias. Quero continuar jogando Valorant e fazer tudo o possível para conquistar troféus. (…) Obrigado a todos pelo apoio ao longo deste ano difícil, tanto no esporte quanto pessoalmente.”

ScreaM ficou bastante conhecido por sua passagem no CS:GO, principalmente por sua alta taxa de headshots. No jogo, ele teve passagens por equipes como G2, Envy, GamerLegion, entre outras. Em 2020, ele migrou para o Valorant, tendo jogado pela Team Liquid e, atualmente, está na Karmine Corp, assim como seu irmão Nabil “Nivera” Benrlitom.

O lançamento do CS2 ainda é desconhecido, mas a Valve já mencionou que ocorreria entre julho e setembro. Alguns jogadores acreditam que pode haver atrasos devido à quantidade de bugs ainda existentes e à demora por novidades dentro do beta.

Capa: Reprodução

Leia Mais:

Siga o Portal Counter-Strike no Instagram, TikTok, Twitter e YouTube e fique por dentro de tudo que acontece no universo do game.

Compartilhe:

Recomendado Para Você