huNter critica jogadores que costumam fazer trash talk durante jogos

Jogador destaca a importância de limites e respeito durante as partidas

Nemanja “huNter-” Kovač, da G2, expressou sua opinião sobre trashtalking durante as partidas. Em entrevista para a EscoreNews, o jogador comentou que esse tipo de atitude deveria ser limitado.

Para quem não está familiarizado com o termo, o “Trash Talk” são aqueles momentos em que o jogador provoca e faz comentários ofensivos em direção aos oponentes. Jogadores brasileiros têm sido conhecidos por fazer isso ao longo dos anos.

Foto: G2 durante a IEM Cologne 2023 | @brcho_

“Você sabe, eu não sou o tipo de cara que faz trashtalking. Eu apenas tento jogar e aproveitar o processo. Eu não gosto de falar muita besteira sobre os adversários”, comentou huNter. “Claro, às vezes é legal desabafar de alguma forma, mas precisamos ter limites, saber onde parar. Não se pode dizer tudo o que se quer sobre os oponentes, porque isso não é algo bom”, concluiu o jogador bósnio.

Recentemente, na IEM Cologne, o jogador Casper “cadiaN” Möller gerou polêmica no cenário, especialmente entre os jogadores, durante uma partida contra a TheMongolZ. Após vencer um clutch 1×2, o jogador chamou os oponentes de “noobs fudid**“, causando repercussão negativa.

Capa: huNter pela G2 durante a IEM Cologne 2023 | @brcho_

Leia Mais:

Siga o Portal Counter-Strike no Instagram, TikTok, Twitter e YouTube e fique por dentro de tudo que acontece no universo do game.

Compartilhe:

Recomendado Para Você