FalleN explica saída da Imperial para a FURIA e revela quem será o IGL

A expectativa de mudanças com a nova visão e liderança na FURIA

Em entrevista ao GE, Gabriel “FalleN” Toledo comenta sobre sua ida para a FURIA. Durante a matéria exibida no programa da Globo São Paulo, o jogador já havia falado sobre aposentadoria e a busca por títulos com a nova organização. Agora, para o site, ele acrescenta informações sobre sua passagem pela Imperial e quem será o IGL da equipe Furiosa.

A Imperial sempre terá um lugar especial no meu coração. No início de 2022, estava saindo da Team Liquid e sentia a vontade de jogar com pessoas que eu gostava e sentia falta de jogar o Counter-Strike da forma que estava acostumado”, comentou o jogador. “A Imperial foi a única organização do mundo que apostou em trazer esses talentos que estavam parados ou em outras equipes. Fizemos história nesse período de um ano e meio, conseguimos bons resultados e chegamos a vários Majors. Sempre que deixamos um projeto, uma parte do coração permanece, gosto muito dos jogadores, da organização, das pessoas envolvidas, estávamos construindo algo especial“, concluiu FalleN.

Foto: Reprodução/GE

Sobre a janela de transferências, FalleN menciona que, devido à transição para o Counter-Strike 2, muitas organizações estão analisando as melhores oportunidades de negócio e os melhores jogadores disponíveis. Ele revela ter recebido algumas propostas, além da oferta da FURIA. “Com essa reformulação que todos estão pensando em fazer, não custa explorar as possibilidades. Muitas pessoas entraram em contato para saber o que eu estava pensando, se eu já tinha algo definido ou não. A principal razão pela qual aceitei a FURIA foi por causa da qualidade dos jogadores. Tenho um grande apreço por Yuriih, KSCERATO e Art, jogadores que fizeram a diferença após a minha geração”, destacou.

Quanto à capitania da equipe, uma vez que Andrei “arT” Piovezan era o IGL antes da chegada de FalleN, o Verdadeiro também é um líder de ofício, o que levanta dúvidas sobre quem assumirá essa função. Segundo o jogador, a equipe quer que ele assuma a liderança, tanto dentro como fora do servidor. Com o estilo de jogo atual da FURIA não funcionando bem, essa mudança, com uma nova visão, pode ser um catalisador para a melhoria do desempenho em jogo. “Quando entro em um grupo, tento extrair o máximo do que já existe… Não sou o tipo de pessoa que chega causando como um furacão, mudando tudo. Espero chegar, entender as demandas e como cada jogador funciona… Apresentar minhas ideias e, assim, mudar o que for necessário“, concluiu Fallen.

O próximo compromisso da FURIA será a IEM Cologne, que ocorrerá entre os dias 26 de julho e 6 de agosto. A equipe começará na etapa de Play-In, juntamente com a Imperial, em busca de uma vaga na fase de grupos. Serão 24 equipes competindo por uma premiação de US$ 1 milhão, além da oportunidade de garantir uma vaga na IEM Katowice 2024.

Capa: Reprodução | FURIA

Leia Mais:

Siga o Portal Counter-Strike no Instagram, TikTok, Twitter e YouTube e fique por dentro de tudo que acontece no universo do game.

Compartilhe:

Recomendado Para Você