Com intuito de melhorar saúde financeira da organização, Astralis sai da bolsa de valores

Busca por economia e foco em lucratividade impulsionam decisão histórica

No que era um desfecho aguardado, a Astralis deu mais um passo em sua trajetória, saindo oficialmente da bolsa de valores. A decisão de deixar o mercado financeiro foi tomada após um pedido à Nasdaq Copenhagen A/S e a subsequente aceitação deste.

No cerne dessa mudança encontra-se uma estratégia clara: a busca por uma economia substancial. A organização comunicou em julho que estava empenhada em cortar custos que ultrapassavam a marca de R$ 2 milhões por ano. A votação junto aos acionistas ocorreu recentemente, culminando na decisão de encerrar a presença da Astralis na Nasdaq First North Growth Market Denmark.

O histórico da Astralis é notável, uma vez que a equipe se tornou a primeira no cenário dos eSports a adentrar o mercado de capitais em 2019. No entanto, após essa empreitada pioneira, a jornada das ações da organização teve altos e baixos.

Os números falam por si: ao longo do período em que estiveram disponíveis para negociação, o valor das ações da Astralis sofreu uma queda acentuada, ultrapassando 80% de desvalorização. Uma trajetória que, embora complexa, reflete a evolução e as vicissitudes da organização no mercado financeiro.

Foto: Astralis durante IEM Cologne 2023 | @brcho_

Os desafios financeiros enfrentados pela Astralis não podem ser subestimados. Em 2022, a organização registrou um prejuízo de R$ 6,8 milhões, um déficit considerável. Contudo, é relevante observar que parte substancial dessas perdas pode ser atribuída aos investimentos realizados no ambicioso projeto do centro de treinamento da equipe, o Astralis Nexus.

O cenário esportivo da Astralis também se desenha com cores diversas. Enquanto as equipes de FIFA e Rainbow Six da organização não alcançaram resultados financeiros positivos, a equipe de CS:GO se destaca como um ponto positivo. Evidenciando seu potencial lucrativo, a equipe de Counter-Strike obteve um ganho de quase R$ 5 milhões.

Agora, a Astralis se prepara para encerrar esse capítulo de sua jornada, com as ações do grupo programadas para serem vendidas até 25 de outubro. A decisão de sair da bolsa de valores foi moldada por uma combinação de fatores econômicos e estratégicos, refletindo uma busca pela eficiência e lucratividade.

O próximo passo da organização é focar em sua operação e no crescimento sustentável. Os olhos da comunidade de eSports permanecerão atentos para avaliar como essa decisão impactará o futuro da Astralis, enquanto a equipe se prepara para novos desafios e oportunidades em um cenário em constante evolução.

Capa: Astralis durante IEM Cologne 2023 | @theMAKKU

Leia Mais:

Siga o Portal Counter-Strike no Instagram, TikTok, Twitter e YouTube e fique por dentro de tudo que acontece no universo do game.

Compartilhe:

Recomendado Para Você